primeiro apelo

samedi 28 août 2010

NO BORDER CAMP em Bruxelas de dia 25 de Setembro a dia 3 de outubro 2010

UM CAMPO NO BORDER ?

O Campo No Border inscreve-se na tradição dos cammpos No Border organisados pelo mundo fora desde os anos 90. Nem quadro normativo, nem organisação o Campo No Border é antes de mais um encontro, uma convergencia de lutas com o objectivo de obter o fim do sistema das fronteiras que nos divide a tod@s.

Como em Calais (em França) ou em Lesbos (na Grécia) em 2009, será creado um espaço provisório e autogerido de vida, de reflexões, de partilha ( de experiencias, competências, informações e análises,...)e de acções em volta da questão das fronteiras, das migrações e da legitimidade dos seres humanos em poderem movimentarem-se e viver onde quiserem.

AS NOSSAS REVENDICAÇOES DE BASE ?

Ninguém é ilegal ! Os mesmos direitos para todos e todas ! A liberdade de circulação e de instalação ! Contra os sistemas capitalistas e autoritários que causam o exílio forçado, guerras e misérias.

OS NOSSOS PRINCIPIOS DE BASE PARA ESSE CAMPO ?

O campo e as acções organisadas durante o No Border são baseadas na autogestão.

Os comportamentos sexistas, racistas e violentos dentro do campo não são tolerados.

Os alvos das acções do No Border são multiplos e diversos, eles não dizem respeito unicamente às estructuras de repressão dos migrantes. As politicas anti-migratorias inscrevem-se e baseiam-se num quadro capitalista e europeu, os migrantes não são os únicos alvos da repressão.

Tod@s @s participantes no campo aceitam e toleram a diferença dos modos de acção.

Tod@s @s participantes ao campo são solidári@s contra a repressão estatal.

PORQUÊ EM BRUXELAS ?

A Bélgica vai assumir a presidência do conselho da União Europeia desde o 1ro de Julho até dia 31 de Dezembro de 2010. Como capital da Europa, Bruxelas é o símbolo da aplicação das politicas (anti)migratórias europeias.

Efectivamente, a UE está a tratar, desde há 10 anos, de fechar as suas portas aos migrantes creando uma verdadeira Europa fortaleza, reforçando a repressão já levada a cabo pela Bélgica e outros Estados membros( mantendo as pessoas na ilegalidade, aumentando as rusgas, prendendo e expulsando as pessoas "sem documentos")

Assim a Europa está équipando-se de patrulhas de guarda-fronteiras, de hélicópteros e navios gráças à sua agencia Frontex ( Agencia européia pela gestão da cooperação operacional nas fronteiras exteriores). Simultaneamente, está externalisando as fronteiras na Asia e África, remunerando os Estados, da Ucrania até Marocos para que façam um trabalho de "prevenção" da imigração.

Organisando um campo no Border em Bruxelas, questionamos a existência dessas politicas anti(migratórias).

QUANDO EM BRUXELAS ?

A Construção do campo No Border começará do dia 24 ao dia 26 de Setembro 2010. As actividades vão iniciar dia 27 continuando até dia 3 de outubro. Uma grande manifestação está prevista para dia 3 de outubro de 2010.

Uma semana durante a qual gostariamos de ver Bruxelas encher-se de actividades em volta das politicas (anti)migratórias e das suas consequências, uma ocasião para lutarmos juntos com diversos modos de acção mas também para criar dinâmicas comuns a mais longo prazo.

Convidamos tod@s (pessoas ou colectivos) a participar como quiser e a propor actividades ou colaborações.

Algumas datas importantes enquanto se finaliza o programa completo das actividades :

Domingo 26 de Setembro : Manifestação contra os centros fechados em frente ao centro de detenção de Stenokkerzeel Segunda 27 de Setembro : bloqueio da Agência Europeia de Defesa (European Defense Agency – EDA) Sábado 2 de outubro : grande manifestação No Border, No Nation nas ruas de Bruxelas.

COMO CONTRIBUIR COM O TEU APOIO ?

A organisação está a avançar bem mas ainda há muito que fazer !

Um No Border camp é o que se quer fazer dele, cada um(a) pode contribuir participando à organisação do NBC através dos diferentes grupos de trabalho dos quais alguns ainda estam a procurar gente para consolidar o grupo e o tornar mais eficaz ( mobilisação, médias, manif, tradução, cozinha e juridico). Também pode participar propondo um atelier, uma projecção de filmes, uma exposição, um debate, um programa de radio ou outras ideias modestas e/ou geniais.

Nós desejamos abordar principalmente os temas seguintes :

- As políticas de segurança : Frontex e a militarisação das fronteiras - A clandestinidade e as lutas d@s migrantes
- Capitalismo e migraçõe
- Os centros fechados para estrangeiros e as expulsões
- As politicas (anti)migratórias europeias

Mobilisando-se, manifestando-se, juntado-se às acções ou inventando as tuas próprias acções tendo por objectivo acabar com a maquina das expulsões.

Organisando uma actividade de apoio : noite, concerto, jantar....

Metendo à disposição um lugar (um terreno ou um local) permitindo de alojar activistas e/ou de organisar actividades.

Emprestando material (cusinha, tenda, camioneta, sistema sonoro,...)

Fazendo um don (de material ou financeiro)

Informe-se das possibilidades que tem : energia, presença, material, creatividade,....

Tu também, junta-te a nós ! Mais numerosos seremos a provocar a mudança, mais depressa a Europa Fortaleza cairá !

CONTACTO : Nobordercamp_a_vluchteling.be

CONTA BANCARIA : 880-4955551-62 IBAN : BE51 8804 9555 5162 //// BIC : HBKA BE 22

FAIRE UN DON

COMPTE BANCAIRE : 880-4955551-62
IBAN : BE51 8804 9555 5162
BIC : HBKA BE 22
SPIP | squelette | | Plan du site | Suivre la vie du site RSS 2.0